wigs for women wigs for women wigs for women wigs for women wigs for women wigs for women wigs for women wigs for women wigs for women wigs for women wigs for women paula young wigs wigs wig shampoo short hair wigs wigs wigs
Ofício nº14/2017

Ofício nº14/2017

Brasília, 10 de maio de 2017

Excelentíssimo Senhor
Deputado Rodrigo Maia
Digníssimo Presidente, da Câmara dos Deputados

Senhor Presidente

O Instituto MOSAP – Movimento de Servidores Públicos Aposentados e Pensionistas, integrado por Entidades do Serviço Público Brasileiro (Associações, Sindicatos, Federações e Confederações) dos Poderes Executivo, Judiciário e Legislativo, Federal, Estaduais, Municipais e do Distrito Federal, dirige-se a Vossa Excelência, respeitosamente para expressar a preocupação, discordância e indignação das Entidades representadas e suas Diretorias referente aos “Procedimentos de segurança adotados pela Câmara dos Deputados nos dias 9 e 10 de maio do corrente ano, face a realização de Reunião da Comissão Especial da PEC 287/2016 (Reforma da Previdência) quando afirma :

“Outros procedimentos adotados pela Câmara dos Deputados:

- O acesso do público externo à Câmara Deputados estará vedado…”

O Regimento Interno da Câmara dos Deputados – artigos 172 – afirma que “ será permitido a qualquer pessoa, convenientemente trajada e portando crachá de identificação, ingressar e permanecer no edifício principal da Câmara e seus anexos durante o expediente e assistir das galerias às sessões do Plenário e às reuniões das Comissões.

Parágrafo único. Os espectadores ou visitantes que se comportares de forma inconveniente, a juízo do Presidente da Câmara ou Comissões, bem como qualquer pessoa que perturbar a ordem em recinto da casa, serão compelidos a sair, imediatamente, dos edifícios da Câmara”.

Os Senhores Deputados e Senhoras Deputadas, foram eleitos pelo povo, para representá-los no Poder Legislativo e, por consequência, devem poder participar de todas as Ações Públicas da Câmara dos Deputados, exercendo, em sua plenitude, o direito de fiscalizar, debater e participar, dentro das regras estabelecidas, de tudo o que se passa na Casa naquilo que diz respeito ao Povo Brasileiro.

Se vivemos numa Democracia, nada justifica o impedimento da presença do povo, nas dependências acima referidas. A Reforma da Previdência e outras Reformas e outros ações legislativas dizem respeito, em última análise, à vida do Povo Brasileiro.

Esperamos a compreensão de Vossa Excelência e a imediata revogação das vedações acima referidas bem como futuras medidas que, por ventura, venham a ser tomadas nesse sentido.

O povo que outorgou, pelo voto, livre e democrático exige a sua participação na

Construção de toda a legislação que lhe diz respeito; Os Servidores Públicos aposentados e pensionistas, não aceitam tais procedimentos. Somos ordeiros e respeitadores das regras estabelecidas. Não estamos em regime de exceção.

Atenciosamente,

Edison Guilherme Haubert
Presidente