wigs for women wigs for women wigs for women wigs for women wigs for women wigs for women wigs for women wigs for women wigs for women wigs for women wigs for women paula young wigs wigs wig shampoo short hair wigs wigs wigs
Instituto Mosap - Movimento Nacional dos Servidores Públicos Aposentados e Pensionistas

  •  
  •  
  •  
  •  
  • Senador Paulo Paim e Entidades protocolam CPI da Previdência
  • Mosap encontra Eliseu Padilha
  • Mosap participa de seminário de comunicação e jurídico em caldas Novas-GO
  • Dirigentes do Mosap participam de ato no Congresso Nacional

Instituto Mosap em conjunto com 100 entidades lançam campanha #NÃOàCPMF

Agora chega de aumentos na carga tributária. Foi esta a mensagem transmitida pela OAB Nacional e por mais de 100 outras entidades da sociedade civil, que se reuniram na manhã desta quarta-feira (2) em Brasília. Cobrando do governo a boa aplicação dos já fartos recursos arrecadados dos cidadãos, os participantes contam agora com a mobilização de todos os brasileiros nesta luta.

O presidente nacional da OAB, Claudio Lamachia, ressalvou logo no início do ato que o movimento não tem donos, sendo a união dos esforços de cada entidade que trará sucesso à empreitada. Segundo o advogado, a Ordem replicará o evento desta quarta em todas as suas 27 seccionais, permitindo que a mensagem chegue ao maior número de pessoas. Todas as entidades de alcance nacional farão o mesmo movimento.

“Este é um ato simples, mas de profundo simbolismo para o lançamento do movimento. Brasil precisa de um movimento com todos segmentos da sociedade, que representam entidades variadas, dando sinal claro para os cidadãos que não aceitamos mais carga tributária e soluções simples para resolver problemas que não foram criados por nós”, afirmou Lamachia.

O presidente da OAB refletiu ainda sobre o grande número de entidades da área de saúde envolvidas no movimento, relembrando que a CPMF quando foi criada era destinada à melhoria da saúde. “Temos dito que no Brasil faltam recursos para saúde, segurança e educação, mas sobra para a corrupção”, comparou.

Continue Lendo

Mosap participa de sessão em homenagem ao Dia Nacional do Aposentado no Senado Federal

O Instituto Mosap, representado pelo seu presidente, Edison Haubert, participou na manhã desta segunda-feira, 22/02, com cerca de 300 aposentados e pensionistas, de uma missa na Catedral de Brasília em Homenagem aos Aposentados e Pensionistas. Após ato religioso, os aposentados se concentraram em frente ao templo cristão e impediram o trânsito de pelo menos duas, das cinco faixas do Eixo Monumental, o que causou transtorno e barulho no centro político.

Continue Lendo

Movimento Unificado UNA-SE é reativado e promete muita luta para 2016

No último dia 17-02 (quarta-feira), o Instituto Mosap participou na sede da ANFIP, em Brasília, de uma reunião, em conjunto com a Confederação Brasileira de Aposentados e Pensionistas (COBAP), o intuito de reativação do Movimento Unificado de Aposentados, Pensionistas e idosos do Serviço Público e do INSS – UNA-SE. Participaram do encontro a ANFIP (Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil), AJUFE (Associação dos Juízes Federais do Brasil), além do Mosap e Cobap.

Continue Lendo

Comissão de Direitos Humanos discute reformas propostas pelo Governo Federal

O Instituto Mosap participou no dia 04/02 (quinta-feira), na Comissão de Direitos Humanos do Senado Federal, de um debate com foco nas reformas previdenciária, trabalhista e econômica. Convidado pelo senador Paulo Paim (PT/RS), que presidiu a mesa, o Instituto levou informações coerentes para a audiência pública que debateu sobre o mundo do trabalho, com enfoque nas reformas anunciadas pelo governo. O encontro foi transmitido ao vivo através da TV SENADO, em grade aberta, para todo território nacional.  

Participaram do encontro várias entidades filiadas ao Mosap, a ANFIP, representada pelo vice-presidente Floriano Martins de Sá Neto, o SINAIT, representado pelo presidente Carlos Fernando da Silva Filho, dentre outras. As entidades cobraram do Governo mais diálogo com a classe trabalhadora e com os servidores públicos, a proposta do Governo de reforma na previdência não foi aceita como resolução dos problemas, o receio é que se tire direitos do trabalhor e do aposentado com a tal reforma.

Continue Lendo